Open Banking

Dúvidas de usuários sobre o fluxo de dados do Open Banking

Artigo de Thylara Fernandes, Customer Experience da Quanto.

 

A missão da Quanto é simplificar a construção das soluções financeiras de maior impacto no mundo. Para nós, o Open Banking é o caminho dessa revolução, enquanto as nossas APIs são os fios condutores que permitem o tráfego de dados pelo sistema financeiro aberto. Mas somos, também, como algumas reportagens já citaram, uma empresa invisível. E isso pode gerar dúvidas quando as pessoas estão no fluxo do Open Banking.

 

Mas porquê empresa invisível? Simples. Quando um usuário entra no fluxo de dados do Open Banking, ele faz isso diretamente do App ou internet banking do seu próprio banco. Ou seja, o cliente do Banco X entra no fluxo de Open Banking pelo App do próprio Banco X. Mas ao fazer isso, o usuário acaba sendo direcionado para o fluxo da Quanto, que é a parceira de Open Banking do Banco X e responsável pelo envio e recebimento dos dados de Open Banking.  É nesse ponto que as dúvidas começam a surgir. Quem é a Quanto? Compartilhar meus dados é seguro? Posso revogar o consentimento de acesso aos meus dados?


Como Customer Experience da Quanto, parte do meu trabalho é sanar essas dúvidas e outras dúvidas, e mostrar para os usuários que, além de sermos uma empresa séria, sólida, regulada pelo Banco Central e atenta às diretrizes da LGPD, temos a confiança de grandes players do mercado, como o Bradesco e o Itaú, que investiram na Quanto por acreditarem no nosso protagonismo para a construção do Open Banking no Brasil. 

 

Sobre o fluxo de dados do Open Banking

 

Hoje, quase tudo que envolve Open Banking tem relação com crédito. Em suma, pessoas do Banco X querem receber propostas de crédito de outros bancos para poderem avaliar qual serviço é mais vantajoso e tem as melhores taxas. Para isso, é necessário entrar no fluxo de dados do Open Banking. E isso é feito por meio de APIs - application programming interface - que nada mais são do que portas que permitem a entrada e saída de dados de um banco para outro. 

 

Fluxo de Open Banking-1

 

Para que a Quanto consiga acessar os dados do usuário e compartilhar isso com outras instituições escolhidas pelo próprio usuário é preciso seguir alguns passos:

 

  1. Consentir em compartilhar seus dados bancários com outras instituições;
  2. Escolher as instituições as quais quer compartilhar os dados para receber propostas de produtos e serviços;
  3. Colocar no fluxo de Open Banking da Quanto os dados de acesso ao internet banking: agência, conta e senha do internet banking.

 

Gestão de consentimento

 

Dúvidas sobre o fluxo de dados do Open Banking

 

Minha solicitação de crédito foi aprovada ou não?

Muitos usuários perguntam isso antes de finalizar o fluxo todo. No entanto, a Quanto é apenas um meio para o dados circularem. Quem aprova ou não a solicitação de crédito são as instituições para as quais o usuário quis compartilhar seus dados. Mas para tal, é imprescindível finalizar todo o fluxo do Open Banking. 

 

O que é internet banking e como eu faço para a achar a senha do internet banking?

Estamos tão habituados a entrar quase que de forma automática nas nossas contas bancárias digitais, que esquecemos que isso é exatamente o internet banking. Quando um usuário acessa o App do seu banco, ele está acessando seu internet banking. E para isso, é necessário colocar uma senha, um código específico para acessar o aplicativo do banco. 

 

Repare que essa senha para acessar o App é diferente da senha colocada para fazer operações financeiras. Para entrar no fluxo de Open Banking, é preciso colocar essa primeira senha, a de entrar no App. A senha para operações bancárias não precisa e nem deve ser compartilhada em nenhum momento e com ninguém.

É possível revogar as permissões de consentimento?
Percebo que muitos usuários ficam receosos de consentir em compartilhar seus dados com determinadas instituições porque acham que não poderão revogar o acesso da instituição depois. Mas uma das premissas básicas do Open Banking é que o cliente tem controle dos seus dados, ele é dono dos dados. Assim, ele pode consentir e revogar os acessos aos seus dados quando quiser. 

 

Compartilhar meus dados aqui é seguro?

Como o fluxo de Open Banking começa dentro do próprio banco do usuário e migra para o fluxo da Quanto, saindo do ambiente com o qual ele já está acostumado a interagir, muitas pessoas se questionam se o processo é realmente seguro e se não existe nenhum tipo de golpe por trás do fluxo. 

 

A Quanto é regulada pelo Banco Central e atua dentro das diretrizes da Lei Geral de Proteção aos Dados. Além disso, nossa segurança é tão eficiente quanto a de grandes bancos. Somos uma parceira do banco com o qual o usuário já criou um vínculo de confiança e, por isso, precisamos manter essa relação de confiança. 

 

A Quanto ou a entrada no fluxo de Open Banking vai alterar meu score de crédito?

É preciso deixar claro que a gente não aumenta nem diminui o score dos usuários. Somos apenas um parceiro de quem concede crédito e estamos ali para, talvez, melhorar a taxa do empréstimo ou até mesmo aumentar o valor do mesmo. 

 

Quanto é uma facilitadora do seu acesso ao Open Banking

 

Criada em 2016, a Quanto é pioneira em Open Banking no Brasil. Somos a plataforma que, em busca de um mercado aberto, transparente e mais competitivo,  simplifica o uso de dados e funcionalidades do sistema bancário aberto. Assim, desenvolvemos um ambiente seguro, no qual fintechs, bancos e usuários podem compartilhar dados e construir juntos as melhores soluções financeiras com o Open Banking.

 

Leia também:
A relação entre Open Banking e Invisible Bank

Quanto também é uma Iniciadora de Transação de Pagamento

Superintendente do Bradesco fala sobre parceria com a Quanto