Open Finance

A diferença entre Open Banking regulado e iniciativa de mercado

A princípio, pode soar estranho que o Open Banking aconteça de duas formas distintas. No entanto, é preciso deixar claro que Open Banking é um conceito. Ou seja, é algo que pode possuir regulações próprias, como também partir da iniciativa de mercado via acesso direto aos dados financeiros. Confuso? A gente explica.

 

Open Banking regulado


O Open Banking regulado, a exemplo da PSD2 no Reino Unido e do processo que está sendo conduzido pelo Banco Central aqui no Brasil, cerca o mercado por uma série de regulações, padronizações de sistemas e tecnologias, questões de segurança, usabilidade e proteção dos dados. Nesse caso, todas as regras são ditadas por um órgão regulador.

 

No Brasil, a grande diferença do processo conduzido pelo Banco Central para outros países que também possuem o Open Banking regulado, é que, aqui, temos uma estrutura de Governança do Open Banking. Ela é formada por diversas instituições participantes que atuam de forma ativa na criação e implementação dos padrões do Open Banking no Brasil. A Quanto, inclusive, faz parte dessa estrutura de Governança. 

 

Iniciativa de mercado

 

No caso do Open Banking pela iniciativa de mercado, como acontece nos Estados Unidos, por exemplo, as próprias empresas adotam padrões do mercado aberto e empoderam seus usuários com os dados que têm sobre eles, abrindo a possibilidade de eles compartilharem essas informações com outras empresas. Cerca de um terço das contas bancárias dos norte-americanos já estão conectadas dessa forma ao Open Banking, o que chamamos de acesso direto. E só agora, o país começou a discutir uma possível regulação.

 

No Brasil, temos as duas formas de Open Banking

 

A diferença para o Brasil é que, além de termos a possibilidade de atuar da mesma forma que nos Estados Unidos, ou seja, com as próprias empresas empoderando seus usuários e dando a possibilidade de acesso direto aos seus dados, também estamos criando um ambiente regulado pelo Banco Central que visa não apenas garantir maior segurança em todo esse processo, como também padronizar sistemas e tecnologias.

 

Quer saber mais? Fale com um de nossos especialistas.

 

 

Leia também:

Baixe o eBook sobre o primeiro ano do Open Banking no Brasil
Digitalização de extrato: entenda esse benefício do Open Banking
[eBook] Pesquisa mostra como brasileiros escolhem seus bancos