Tecnologia e Segurança

Como otimizar a segurança de dados da sua empresa?

Com a democratização e aumento no volume de informações devido aos avanços tecnológicos, é preciso desenvolver uma boa estrutura de segurança de dados para a sua empresa e para seus clientes.

 

Fintechs e outros avanços tecnológicos como as iniciativas open banking e Pix, ambos promovidos pelo Banco Central, têm transformado rapidamente o funcionamento do mercado financeiro em diversos aspectos. 

 

Um deles é a grande quantidade de informações que são geradas diariamente sobre clientes e consumidores, resultando em uma demanda maior não só pelo enriquecimento de dados, mas também na segurança do tráfego dessas informações.

 

Esse conteúdo trará tópicos importantes para que você entenda a importância de uma segurança de dados em dia com essas transformações, além de tendências e orientações de como implantar uma estrutura sólida que protege não só a sua empresa, mas também cada um de seus clientes.

 

Confira os temas abordados:

 

  • A importância da segurança da informação;
  • Transparência é a chave para a confiança;
  • Dicas para oferecer uma segurança adequada;
  • Chegada da LGPD transformou o setor;
  • O papel da Quanto na segurança de dados.
  • Blockchain e open banking aumentam a segurança em ambiente online.

 

Boa leitura!

 

 

A importância da segurança da informação

 

Boa parte do que uma empresa representa no mercado tem a ver com sua credibilidade – principalmente no setor financeiro. Uma pequena falha na proteção de dados pode acarretar no vazamento de milhares de informações sigilosas, um dano irreparável para qualquer instituição.

 

Com uma estrutura sólida implantada, as empresas podem ter um panorama mais completo e profundo sobre ameaças, riscos e fluxo de informações. Além disso, o banco de dados é um dos ativos mais valiosos da empresa e merece proteção de altíssimo nível para que nunca enfrente problemas.

 

Um outro ponto importante sobre a segurança de dados é que, quando bem estruturada, é possível enxergar com muito mais velocidade exposições e fragilidades dos dados retidos pela empresa. A rápida identificação de problemas garante que os processos continuem acontecendo enquanto eventuais falhas são reparadas, pois sua empresa não pode parar.

 

Transparência é a chave para a confiança

 

A segurança da informação é baseada em alicerces fundamentais para o seu pleno funcionamento:

 

Autenticidade – Protocolos de autenticidade possuem a função de confirmar que um dado foi de fato enviado a partir de uma fonte segura e devidamente anunciada.

 

Disponibilidade – Um sistema que está sempre em pleno funcionamento e livre de erros é imprescindível para que os processos sejam executados on time. Ou seja, o acesso às informações deve ocorrer de forma irrestrita para colaboradores autorizados.

 

Integridade – Estruturas de segurança de dados sofrem mudanças constantes devido ao macroambiente e atualizações na política de privacidade da própria empresa. Portanto, essas alterações devem ocorrer de forma transparente tanto para a equipe quanto para os clientes.

 

Conformidade – Atualização e adaptação às mudanças no macro para que a segurança sempre seja oferecida como vantagem competitiva aos clientes.

 

Confidencialidade – Informações sigilosas devem ser acessadas, processadas e alteradas apenas por pessoas autorizadas.

 

Dicas para oferecer uma segurança adequada

 

Segundo o levantamento anual Data Breach Investigations Report, promovido pela Verizon, houveram 1509 incidentes de vazamentos de dados no mercado financeiro só em 2020. Os motivos para que esse seja um setor tão visado são 91% financeiros e os aplicativos maliciosos (malware) são responsáveis por quase 30% dos ataques, seguidos por erros internos da proteção desses dados (25%).

 

Para que isso nunca ocorra com a sua empresa, algumas medidas são necessárias:

 

  • Utilização de firewalls – Mantenha sua rede protegida e gerencie as permissões de funcionários que lidam com dados sigilosos.

 

  • Sistemas em dia – Como comentado no tópico acima, é importante investir na atualização e adaptação dos sistemas de proteção, pois o mercado se transforma rapidamente, o que gera o desenvolvimento de novas ameaças à segurança das empresas.

 

Para isso, atualize os navegadores e sistemas operacionais dos computadores, revise periodicamente suas políticas de segurança, reconfigure roteadores com frequência e escolha entre as melhores opções de antivírus do mercado.

 

  • Treinamento de usuários – Além de confiar 100% em seu sistema de segurança de dados, vale a pena investir na orientação de funcionários quanto à importância dos dados e também como se prevenir de possíveis ataques. No onboarding de clientes, essa também pode ser uma jornada para a utilização de seus serviços.

 

Chegada da LGPD transformou o setor

 

A Lei Geral de Proteção de Dados (Lei nº 13.853), ou simplesmente “LGPD”, trouxe uma série de novidades para os setores financeiro e bancário no que diz respeito à transferência e proteção de dados pessoais (saiba mais clicando aqui). Além disso, a Resolução 4.658, lançada em 2018 pelo Banco Central e totalmente focada para a segurança cibernética do mercado financeiro obriga as empresas do setor a:

 

  • Propor um plano de ação e resposta ágil, com transparência e informação sobre incidentes que impactem a segurança dos dados;

  • Controlar, compartilhar e classificar dados sensíveis;

  • Responsabilizarem-se prontamente em casos de vazamento;

  • Regulamentar o uso de serviços de nuvem de provedores de fora do Brasil.

 

A Quanto promove a segurança do open banking para empresas e consumidores 

 

A Quanto prioriza uma experiência segura aos seus usuários pois utiliza o mesmo protocolo de segurança dos grandes bancos. Dessa forma, todos os dados são criptografados de modo que as informações trafegam com maior segurança. Isso garante maior controle e transparência para sua base de dados, o que gera maior confiabilidade para seus clientes.

 

Para uma proteção ainda maior, cada informação compartilhada gera um cadeado e uma chave digital exclusiva para que somente você e o destinatário possuam o acesso, podendo revogá-lo a qualquer momento.

 

A Quanto oferece uma plataforma de open banking segura pois mantemos os dados financeiros protegidos. Assim, você consegue fazer com que os dados trabalhem para você, diminuindo o tempo de análise e aumentando a proteção dos seus processos.


Faça parte dessa revolução hoje mesmo! Acesse o site da Quanto e descubra tudo que podemos fazer para preparar a sua empresa para o futuro do mercado financeiro.