Tecnologia e Segurança

Pix Saque e Pix Troco: serviços estarão disponíveis em novembro

Sacar dinheiro em estabelecimentos comerciais e receber o troco de uma compra via Pix. Novidade anunciada pelo Banco Central, o Pix Saque e Pix Troco devem começar a valer em breve e oferecerá uma nova opção para consumidores sacarem dinheiro, enquanto mune o comércio de uma conveniência a mais para oferecer aos clientes.

De acordo com a nota do BC, os serviços de Pix Saque e Pix Troco terão início em 29 de novembro. A partir dessa data, será possível ir até uma loja, padaria ou mercado e sacar dinheiro no caixa através do Pix. E para oferecer os novos serviços, basta que o estabelecimento comercial ou instituição financeira esteja credenciado no Pix.

No Pix Saque, o cliente fará um Pix para o estabelecimento - via leitura de um QR Code - e o estabelecimento repassará o valor integral do Pix em dinheiro para o cliente.  No Pix Troco, a dinâmica é praticamente igual: o cliente faz uma compra com Pix, mas pagando um valor excedente pelo produto ou serviço adquirido e o estabelecimento devolve em dinheiro o valor que o cliente pagou a mais.

 

Limites de saque e de operações do Pix Saque e Pix Troco

 

O limite do Pix Saque e Pix Troco será de R$500 durante o dia e R$100 à noite, das 20h às 6h. No entanto, segundo o Banco Central, os estabelecimentos comerciais terão autonomia para, caso queiram, diminuir esses valores.

 

Sobre o limite de operação, o BC informou que os clientes poderão fazer até oito transações de Pix Saque ou Pix Troco gratuitas. Já o comércio que disponibilizar o serviço vai receber uma tarifa que pode variar de R$0,25 a R$0,95 por transação, paga pela instituição financeira na qual o cliente que fizer o saque ou receber o troco tem conta.

 

 

Aproveite para ler também: